GAINCLASS#2 – Como encontrar entradas e saídas no trading







É preciso identificar a hora certa de fazer suas entradas e também de realizar suas saídas, independente se a operação der GAIN ou LOSS. Maximizar os ganhos e diminuir as perdas é o maior desafio do trader que deseja viver do mercado financeiro ou tirar proveito de uma volatilidade do mercado.


Abaixo alguns pontos para prestar atenção antes de fazer seus trades:


1º - Identifique qual é a tendência do mercado:


Uma das mais importantes regras para quem busca a consistência no trade, é operar a favor da tendência, como muitos dizem, “A tendência é a sua amiga”. As estratégias que visam à perspectiva de trend following ou seguidor de tendência, tem a probabilidade a seu favor, visto que você está respaldado pela força primária do mercado.


2º - Estamos em tendência ou em congestão?


Reconhecer se o ativo está ou não em uma tendência é fundamental, para isso, temos as médias móveis, são ótimos indicadores de tendência.


3º - Observe as médias móveis:


São excelentes indicadores de tendência, unindo essa leitura das médias móveis, com os movimentos ascendentes ou descendentes de pivôs, fica mais fácil prever para onde o mercado deve andar, lembrando que no mercado trabalhamos com probabilidades e não com certezas.


4º - Saiba identificar as mudanças de tendências:


Temos excelentes indicadores que nos ajudam a visualizar possíveis mudanças de tendência, como o IFR (Índice de Força Relativa) e o Estocástico, aqui vale nos atentarmos ao preço e/ou volume de negociação. Para saber quando uma tendência está mudando, é mais eficiente analisar padrões de candles e padrões gráficos que sugiram reversão, quando os mercados param de renovar topos e/ou fundos, também é um sinal que o movimento prévio está perdendo força.


5º - Aprenda os sinais de confirmação:


“O volume antecede o preço”.


Essa é uma máxima no mercado financeiro. Esse pensamento diz que a mudança nos preços é precedida por um aumento muito significativo do volume de compra e de venda do ativo que está negociando.


O volume nada mais é do que a quantidade de negócios que está sendo negociada em uma janela de tempo.


6º - No mercado compramos barato e vendemos caro:


O melhor ponto para comprar é geralmente em um ponto de suporte (um ponto de mínima no gráfico) e o melhor ponto para vender é geralmente um ponto de resistência (um ponto de máxima no gráfico).


7º - Quando entrar e sair dos trades


Isso é MUITO particular de cada estratégia que os traders adotam, é praticamente impossível impor uma regra universal sobre onde comprar e onde vender, mas o que podemos afirmar é para sempre respeitar suas estratégias operacionais ou setups. Se você observou o gráfico e identificou uma oportunidade clara, faça sua entrada, mas sempre tenha em mente que antes de fazer o trade, você precisa ter definido quatro pontos importantes, e são eles:

  1. “Por que está entrando?”,

  2. “Onde é a minha entrada?”

  3. “Onde está meu alvo?”

  4. “Se der errado, onde encerro essa operação?”.

Com isso claro, faça seu trade e deixe que o mercado cuide do restante, afinal não temos poder sobre o mercado.


8º - Gerenciamento de Risco X Análise Técnica


Muitos focam suas energias para encontrar o setup “matador”, sinto lhe dizer, mas como nosso apresentador André Moraes sempre fala, “Gerenciamento de Risco é mais importante do que Análise Técnica”, com um gerenciamento de risco afiado, conseguirá transformar praticamente qualquer setup em uma estratégia vencedora, mas sobre isso falaremos no próximo GAINCLASS.


0 visualização

toda segunda novos episódios