GainCast#26 - Análise Técnica em tempos de crise


O GainCast convidou especialistas com experiência no mercado para darem sua opinião sobre o cenário atual e contarem o que já viveram num mercado em tempos de crise.

O ano de 2020 começou trazendo a maior crise do século, muitas incertezas, dúvidas, angústias e, com certeza, aprendizados.


Análise técnica funciona em tempos de crise?


É isso que nossos convidados responderam nesse episódio 26 do GainCast.


Gilberto Coelho:


“Na análise técnica a gente consegue sacar algumas operações que são bem interessantes, conseguimos achar fundos com ferramentas muito interessantes, como as bandas de bollinger. A gente pode reforçar essas marcações de fundos com indicadores como o índice de força relativa, famoso IFR. Quando a crise chega ao fim, geralmente ela é marcada com um grande candle de queda, sem seguida deixa uma sombra, são padrões clássicos das crises.”


Rodrigo Cohen


“Eu tenho uma visão para swing trade, principalmente para quem quer utilizar a análise gráfica, que considero ser muito boa para esse momento. Mas nesse caso eu cogito fazer operações vendidas. Na minha opinião, o mercado ainda é de queda. Ele pode fazer um repique? Pode. Mas no meu entendimento, o mercado ainda é de queda, é só esperar subir para conseguir vender e aproveitar mais quedas, e se não tiver, pela análise técnica você conseguirá identificar, não vai vender e fará compras.”


Alexandre Wolwacz, mais conhecido como STORMER


“Em momentos de crise, as coisas se modificam e percebemos que o mercado acelera. Conseguimos observar isso pelas quantidades de ordens, de negócios e o volume que aumentam radicalmente. Os sinais da análise técnica vão continuar funcionando, aqueles que são mais relacionados a seguidores de tendência, pois eles vão continuar aparecendo nos diferentes timeframes. A dificuldade que irá surgir são os tamanhos dos stops, que ficam muito maiores. Como a amplitude dos candles fica muito grande, se o trader continuar usando a quantidade de lotes que costuma utilizar, o prejuízo poderá ficar muito alto.”


Caio Sasaki


“Para ser muito sincero, a análise técnica não funciona. Pelo menos não funciona para mim em momentos tão insanos como estamos vivendo agora. E por que não? Padrões de candles, padrões gráficos e figuras, como o nome diz, são padrões. E tudo o que o mercado não faz em uma crise são padrões, tudo o que ele não segue é um padrão, insanidade pura, fundos precisando atender resgates de cotistas, players precisando comprar para aproveitar a oportunidade e de uma forma muito rápida e intensa. Em um mercado com essas características, fica difícil estabelecer padrões.”


Raphael Figueredo, mais conhecido como Rafi.


“Com certeza a análise técnica funciona sim. Evidentemente, a gente vê um movimento de extrema volatilidade e é preciso dar um distanciamento maior entre os pontos gráficos justamente por conta desse aumento da volatilidade dos mercados. Mas quando falamos em análise técnica, as pessoas vão se perguntar a respeito dos suportes e resistências, linhas de tendência e se realmente eles funcionam. E sim, funcionam, mas é preciso estar atento às volatilidades do mercado e operar em tempos gráficos maiores pode te livrar de stops desnecessários.”


Nossos hosts, Roberto Indech e André Moraes abordaram diversos outros assuntos com o nossos convidados Gilberto Coelho, Rodrigo Cohen, Stormer, Caio Sasaki e Rafi Figueredo. Vale muito a pena conferir cada segundo desse episódio!


Para conferir a conversa completa ouça o episódio 26 do GainCast e acompanhe todos os detalhes desse bate papo.

33 visualizações

toda segunda novos episódios