• Eduardo Geraldini

Entrevista GainCast - Eduardo Becker: Consistência no Trade

Atualizado: Jul 3



Hoje conversamos com o grande Eduardo Becker que nos deu uma excelente aula a respeito da tão sonhada consistência no trade.

Início na Bolsa

Ele nos conta que opera no mercado há muitos anos. Inicialmente, seu propósito era como investidor de longo prazo, voltado ao Buy&Hold, com base em uma análise fundamentalista, mas foi após uma tentativa de empreender sem sucesso que Becker voltou a pensar no mercado, dessa vez operando como um trader de curto prazo.


Com habilidades favoráveis ao mercado financeiro, tais como disciplina, rigor e muita dedicação aos estudos, atingiu sua consistência, sem antes, é claro, apanhar muito nos trades.

Eduardo Becker também apresenta em seu currículo o título de professor em grandes faculdades da cidade de São Paulo, como a Saint-Paul, além de lecionar na B3, a Bolsa de Valores brasileira. Fora isso, ainda produz conteúdos para o Portal do Trader, em que, junto de Caio Sasaki, é responsável pela área educacional.

Com toda essa experiência como trader e professor, tendo formado diversos especialistas, o que você acredita que traz a consistência ao trader que busca se profissionalizar no mercado?

Essa é uma pergunta extremamente difícil de responder, visto que a resposta depende de um conjunto de fatores que estão sob o controle do trader e não do mercado. Fazendo a pergunta ao contrário, o que traz a inconsistência no trade? É a ansiedade. E o que é a ansiedade? É esse medo de situações que não podemos controlar, principalmente de eventos futuros e o que não temos no mercado é o poder de controlar as movimentações futuras.

Como consigo controlar a ansiedade sobre assuntos que são incertos?

A primeira coisa, e a mais importante, é adquirir confiança naquilo que está fazendo. Para isso, são necessárias horas e horas de tela, e o grande problema das pessoas é a vontade de ficar rico da noite para o dia. Digo uma coisa, rico da noite para o dia você não fica, mas pobre do dia para a noite fica. Mercado não é para quem tem pressa, uma vez que é essencial passar pelas horas necessárias a fim de se ganhar confiança no que se faz.

Recomendo que as pessoas iniciem suas operações na bolsa por meio do Swing Trade e do Position Trade. O Day Trade é um mercado muito mais rápido e arriscado, de modo que é preciso que a pessoa seja uma excelente tomadora de decisão e gerenciadora de risco para estar nesse mercado. É de fundamental importância que se tenha paciência de conduzir suas operações, por meio desse ganho de experiência, para poder operar com competência.

Sobre as modalidades de trading, qual é a mais adequada para que um trader iniciante consiga atingir a sonhada consistência?

Já sabemos que não existe uma receita pronta para atuar no mercado e sobre esse questionamento não poderia ser diferente. Idealmente as operações que são mais tranquilas, fáceis e com maior probabilidade de acerto são essas operações de longo prazo, como o Position Trade, feito por meio de gráficos semanais.


Em contra partida, essa é uma modalidade de trade que necessita de um capital maior para que o trader consiga atingir ganhos expressivos, pois são operações que ficamos posicionados por seis meses, oito meses ou até um ano e alguns meses.

Para quem não tem um capital tão relevante, é possível fazer operações de Swing Trade, em que a duração é menor, mas o risco dos stops também aumentam. Dentro do Swing Trade, é permitido migrar para o mercado de commodities que são bem tendenciais, lembrando-se de sempre analisar a liquidez dos contratos de commodities que possuem vencimentos, e essa liquidez migra conforme os contratos vão vencendo.

A forma mais barata de fazer Swing Trade é visando o mercado de opções, o problema é que, para atuar nesse mercado, requer muito estudo e muita prática. As opções não são uma ação que custa centavos; os preços das opções se degradam com o tempo; é preciso saber que, para cada tipo de operação, tem-se o tempo a favor ou o tempo contra seu trade, dependendo do que escolhe fazer no mercado.

É necessário que o trader alinhe seu perfil pessoal à modalidade correta de trading para que ele consiga atingir a consistência?

Idealmente a pessoa deveria adequar a modalidade operacional ao seu perfil pessoal, e esse é o grande problema, visto que as pessoas não conhecem seu próprio perfil. Muitos entram no mercado por uma razão errada, outros entram como uma alternativa ao desemprego ou como uma forma de conseguir uma ocupação. Um exemplo é a pessoa que odeia o próprio emprego e tenta, de qualquer forma, largar tudo para viver de Day Trade.

Não podemos esquecer que o Day Trade é uma forma de tirarmos dinheiro do mercado, mas não de ficarmos ricos; o que tornam as pessoas ricas são os investimentos a longo prazo, como Position Trade e Buy&Hold. A parte da análise técnica, de como entrar nos trades ou como operar de fato, é a parte mais simples e fácil do negócio, o difícil é lidar com a ansiedade, com as emoções e aceitar as perdas, coisa que nem todos conseguem fazer.

É necessário tempo para se autoconhecer, transformar-se e, assim, conseguir viver do Day Trade. O problema é que as pessoas chegam ao mercado sem essas condições e com pouco dinheiro, logo, o capital vai embora antes mesmo de conseguirem essa autotransformação. Chegamos ao mercado com a finalidade de ganhar dinheiro, não importa se é como Day Trader, Swing Trader ou Holder, e muitos ficam presos achando que só é possível ganhar dinheiro por meio do primeiro.

Em conclusão, o perfil pessoal alinhado com a modalidade operacional correta é determinante para que se possa atingir a consistência, mas é preciso que haja humildade em conhecer e aceitar seu próprio perfil, e isso requer muita maturidade. Só chegamos ao mercado nos expondo, operando, ganhando e perdendo, poucos são aqueles que nascem com o dom mágico de começar a operar e em três meses se tornarem consistentes.

Para finalizar, deixe uma mensagem para todos nós, por favor?

Você quer viver de Day Trade? Sem problemas, mas não é uma vida tranquila porque você depender de uma única fonte de renda não é tranquilo, agora imagina uma fonte de renda que vez ou outra você não só não ganha, como devolve parte do que ganhou.


Imagina sustentar sua família e seus filhos com uma profissão dessas, usem o Day Trade para captar dinheiro do mercado e investir no longo prazo, criar uma carteira de renda passiva.


Tem uma frase do Warren Buffett que diz o seguinte: ‘Todo mundo quer ficar rico, só que ninguém quer ficar rico devagar’. Por mais que você consiga ganhar dinheiro no Day Trade, se não guardar, não investir e não formar patrimônio e de repente cair um tijolo na sua cabeça e tiver que parar de trabalhar, acabou seu dinheiro, acabou sua renda.


Se quer viver de Day Trade, viva! Afinal a vida é sua, mas, por favor, quando conseguir pegue parte desse dinheiro e invista no longo prazo.


Por Eduardo Geraldini

0 visualização

toda segunda novos episódios